terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Entrudo para mim, Carnaval para vocês

Eu não ligo nenhuma ao Carnaval. Zero, nicles. 
Não acho piada, muito menos ao Carnaval de Torres Vedras ou Ovar por exemplo. 
O Carnaval, com o passar dos anos foi tendo significados e formas de se comemorar diferentes. 
Primeiro era associado à religião, era a despedida dos excessos da carne e começava-se o dito jejum da quaresma até à Páscoa. Depois começaram os desfiles e comemorações pois, segundo se diz, durante o jejum não pode haver grandes celebrações. E por aí adiante foi evoluindo até aos dias de hoje. 
Hoje o Carnaval não é nada mais nada menos do que uns dias, sim porque o Carnaval é só Terça mas as pessoas insistem em começar as comemorações Sábado, para as pessoas se mascararem de determinadas personagens, esquecerem-se um bocadinho de quem são, beber muito e estar com as amigos. 
Eu, transmontana como sou, sempre vivi o Carnaval de forma diferente. Para já, por estas terras nós chamamos-lhe Entrudo. 
O principal personagem do Entrudo por aqui é mesmo o Careto, e o que é o Careto? 

Confesso que pode parecer um pouco assustador.

Nesta festa, os rapazes vestem-se com os seus fatos de franjas de cores garridas, máscaras de lata e chocalhos à cintura, e percorrem num frenesim eléctrico todos os cantos da aldeia, em busca das raparigas solteiras.
O cortejo completa-se com os "facanitos", ou seja os mais pequenos da aldeia, mascarados de "trasgos ou mafarricos", que cumprem, também eles, o seu próprio ritual de iniciação, garantindo, ao mesmo tempo, a continuidade da tradição. Trata-se de um tempo limitado mas intenso, em que tudo é permitido, um tempo de ruptura das proibições, um tempo de violação ritual, que se opõe aos constrangimentos da Quaresma que se avizinha.
Ah, também é dia de se comerem cascas/casulas azedos e botelos, que é um género de cozido transmontano. 
E para mim este é o meu Carnaval, apesar de que nos últimos anos não tenho ido assistir a muitos desfiles dos caretos, mas deixo aqui algumas imagens para terem a noção de um Carnaval um pouco diferente do que estão acostumados. 





E vocês, como vivem o vosso Carnaval?



5 comentários:

  1. Também não ligo nenhuma ao Carnaval

    ResponderEliminar
  2. Olha, eu não ligo nada ao Carnaval, mas acho muito mais piada a estas celebrações mais típicas do que aos desfiles a imitar os desfiles do Brasil. Pessoas, no Brasil é verão, está calor. Fazer estas coisas em Portugal é só ridículo =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo! Alguém que me entenda xd

      Eliminar
  3. é uma época que já me passa um bocadinho ao lado, cada vez mais

    ResponderEliminar