segunda-feira, 25 de julho de 2016

Azar... Vamos chamar-lhe azar.

Nunca acreditei muito em cenas paranormais. Mau olhado, bruxas, e feitiços, nunca quis acreditar nessas tretas.
Mas juro que com a sucessão de acontecimento maus que tem surgido na minha familia no ultimo mês estou seriamente a começar a acreditar.
E já nem vou sequer falar em termos pessoais.
Vou só falar em termos materiais, ora vejam lá:
- O meu computador partiu-se sem cair ao chão, ainda hoje não percebo como está todo rachado se não caiu!
- Terça-feira o meu frigorifico avariou e não tem reparação.
- Sexta-feira, o meu telemóvel morreu! Completamente e pela terceira vez este ano (pessoal se um dia estiverem indecisos entre comprar um telemovel LG ou outra marca qualquer... comprem a outra marca qualquer.)
- Ontem assaltaram o carro ao meu pai, partiram-lhe um vidro e para levarem o quê? Nada. Nem sequer levaram nada, mas partiram o vidro todinho.
- Hoje de manhã cortei-me sem querer no pulso.

Isto tudo no espaço de uma semana. Ok. Azar? Azar? Isto já é mais do que azar.


4 comentários:

  1. Será só só azar? Quando coisas semelhantes me acontecem também penso duas vezes...

    ResponderEliminar